Resenha Sol da Meia-Noite
livros | resenha | romance

Sol da Meia-Noite – Stephenie Meyer

23 de setembro de 2020

Hoje eu trouxe a resenha de Sol da Meia-noite. A saga Crepúsculo foi muito importante na minha vida como leitora, quando saiu os livros eu fiquei alucinada queria todos, acabei lendo a saga muito rápido e devorando todas as adaptações (assisto até hoje os filmes). Lembro que foi a primeira vez que eu fui para a Bienal do livro toda animada com minha melhor amiga (que é minha melhor amiga até hoje), como adolescentes sem dinheiro, combinamos de cada uma comprar dois livros e emprestarmos uma para a outra. Quando a intrínseca anunciou o lançamento de Sol da Meia-Noite, meu coração ficou quentinho, foi como se eu tivesse na minha adolescência novamente.

A trama toda da saga de Crepúsculo se passa apenas pelos olhos de Bella Swan, porém Sol da Meia-Noite vai apresentar ao leitor uma história de um ponto de vista bem mais sombrio e assustador, contando toda história e acontecimentos de Crepúsculo, só que dessa vez pelos olhos de Edward Cullen.

Resumindo: Com a recém-chegada de Bella Swan em Forks, desperta em Edward um desejo intenso por sangue, despertando seu lado mais sombrio. Além do sedento desejo de provar do sangue da humana, ele também precisa lidar com a frustação de não conseguir ler a mente de Bella. Edward se vê totalmente obcecado e encantado por Bella, e começa a pensar sobre sua existência, sobre o bem e o mau e também sobre céu e inferno.

Uma das coisas que mais me chamou atenção foi a quantidade de páginas do livro, são 727 páginas, e com essa quantidade de páginas eu estava esperando que Edward trouxesse coisas a mais para a história, e realmente isso aconteceu. Edward é detalhista, observador e bem mais descritivo do que Bella. Em muitos momentos precisamos lidar com um Edward totalmente melodramático e que as vezes dá vontade de falar “Amigo, para com isso que tá chato”, mas tudo bem, é uma característica de que Edward entende o perigo que proporciona para a Bella. Outra coisa que me fez gostar mais ainda da trama foi que Bella é uma personagem bem mais legal pelos olhos de Edward, através dele a Bella parece ser uma pessoa bem mais segura de si e interessante.

O livro trouxe muitas informações sobre a família Cullen, passamos a conhecer melhor os integrantes do clã, através de Edward, ele conta como foi a transição de cada membro da sua família, e como eles ingressaram ao clã de Carlisle. Dá para ter uma visão bem mais profunda sobre a construção da família Cullen, o quanto Carlisle foi importante para Edward em suas escolhas e modo de viver, também percebemos o amor que Esme tem pelos seus filhos adotivos e o sentimento de Edward diante dela e dos irmãos. Nunca senti ranço da Rosalie, mas em Sol da Meia-Noite é explicado o porquê das atitudes da personagem.

Resenha Sol da Meia-noite

Alice sempre foi minha personagem preferida em toda a saga, e não tenho a menor dúvida sobre isso. Em Sol da Meia-Noite ela é uma personagem muito presente (o protagonismo deveria ser dessa mulher), sendo essencial para todo o desenrolar da história. Edward acaba tomando decisões através das visões que Alice vai tendo, e através disso ambos discutem muitas vezes sobre qual caminho que Edward tem que seguir para que eles tivessem um relacionamento que não acabasse matando a Bella.

Existe alguns pontos do livro que são problemáticos, e não tem como não falar disso. Edward stalkeia a Bella em vários momentos do livro, e através da visão dele, essa parte me deixou muito incomodada. Ele espiona ela em todos os lugares, a mente de pessoas que estão próximas a ela e também fica velando o sono dela. A autora “justifica” essa parte extremamente problemática como uma super proteção que Edward tem pela Bella. ( O relacionamento saudável passou bem longe).

Sol da Meia-Noite é um livro romântico, bem água com açúcar do mesmo jeito que Crepúsculo, porém considero que seja o melhor livro da saga. É um livro muito bem escrito, mais trabalhado, e com muito mais profundidade, eu particularmente gosto da maneira como Stephenie escreve, e por mais que seja grande é um livro super rápido de ler, por mais que as vezes a leitura fique um pouco pesada e arrastada.

Resenha Sol da Meia-noite Título: Sol da Meia-noite
Escritor(a): Stephenie Meyer
Editora: Intrínseca
Nota: 3,5 
Link para compras:  Amazon (clique aqui!) 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *