Filmes/séries | netflix

A Barraca do beijo 2 (2020) | Filmes

11 de agosto de 2020
A Barraca do beijo 2

A Barraca do Beijo 2 é a sequência do filme A barraca do Beijo, lançado pela Netflix em 2018 e foi um sucesso na plataforma. O filme é baseado no livro da autora Beth Reekles, e para quem não assistiu ao primeiro filme, recomendo que assista antes de ler essa resenha, pois ela contém spoiler.

O segundo filme começa com Noah Flynn (Jacob Elordi) já na faculdade e Elle Evans (Joey King) no último ano do colegial. Com Noah longe e o relacionamento a distância, Elle precisa lidar com novos sentimentos ao ver Noah fazendo novos amigos.

A nova atração do colégio é o Marco (Talor Zakhar), um galã, forte, cantor e que deixa as meninas enlouquecidas. Após um pequeno acidente que Lee teve, ele e Elle precisam encontrar um novo parceiro de dança para que Elle consiga participar de um campeonato e assim arrecadar dinheiro para a faculdade. Eles conseguem fazer com que Marco aceite a proposta e seja o par de Elle. 

Minha Opinião

Quando fiquei sabendo que A barraca do beijo teria uma continuação, a primeira coisa que veio na minha cabeça é que não tinha necessidade. A continuação é bem clichê, como já se esperava, porém, eu gostei e gostei principalmente do novo personagem, e o bom e velho triângulo amoroso. 

O filme se move em torno do namoro a distância entre Elle e Noah, e também conta muito sobre a amizade entre Elle e Lee, assim como retrata as expectativas dos personagens sobre o futuro e decisões que precisam tomar. Isso tudo acontece junto com a introdução do novo personagem, o Marco. 

O triângulo amoroso colocado no filme foi muito pouco explorado e transforma o enredo em algo que você tem que engolir. Percebemos que Elle começa a sentir uma atração por Marco, e o filme faz questão de mostrar que esse é o casal certo, que eles sim têm química (muito diferente de Noah e Elle, na minha opinião), porém, foi muito pouco explorado esse triângulo amoroso, o que chegou a me decepcionou muito no filme, me levando a achar que se fosse explorado somente o namoro a distância teria sido bem melhor do que jogar isso assim de qualquer jeito. 

A barraca do beijo 2


Outro personagem que entrou na história e que não ficou legal foi a Chloe, achei que algumas cenas nas quais a personagem apareceu ficaram meias controversas com as explicações dadas no filme. Primeiro que a explicação de como o brinco foi parar ao lado da cama foi bem estranha, e segundo que o Noah estava totalmente a vontade de toalha perto dela, como se aquela situação fosse normal e recorrente. Além disso, colocando essa personagem de uma forma aleatória o filme trouxe uma rivalidade e uma competitividade feminina em torno da beleza. 

Lee e Rachel formavam um casal bem fofinho no primeiro filme, mas nesse segundo Lee tem umas atitudes bem babacas, que acabavam fazendo com que o personagem parecesse uma crianção. Lee não mostrava comprometimento nenhum com sua namorada, e um pingo de responsabilidade afetiva com os sentimentos da Rachel, faltou muito diálogo na relação deles. Podem justificar falando que ele fez isso por conta da amizade dele com a Elle, que ele precisava estar junto dela, porém ele também deveria estar junto de Rachel. E o que acontece com a Elle que ela não é capaz de entender que ela está sendo inconveniente? 

Fiquei muito irritada quando Elle resolve desistir de Berkeley, que era a faculdade na qual ela tanto sonhou em entrar, para ir para Harvard, que é onde Noah está estudando.  Quando o personagem decide pedir para Elle ir para Harvard isso acabou com o filme para mim, pois se tratando de um filme romântico clichê que será visto por diversos adolescente, passa a ideia de que é super bonitinho e romântico você desistir dos seus sonhos só para viver o sonho do seu “amor”, não é legal romantizar essa situação. Tudo bem a Elle ter mudado de ideia e ter acreditado nela mesma para se inscrever em uma faculdade bem maior, porém essa decisão poderia ter sido ideia da própria personagem. 

A barraca do beijo 2

No final do filme eu torcia enlouquecidamente para Elle e Marco, porém isso não aconteceu. Eles tinham muita química, era legal ver os personagens juntos e eu queria muito que Elle tivesse escolhido o Marco, e por mais que ele tenha sido um personagem que surgiu do nada e vai para o nada (deveria ter explorado um pouco mais do personagem , pois eu não sei absolutamente nada sobre ele), eu torcia muito pelos dois e fiquei super feliz com a coreografia deles, na competição de dança, que ficou muito linda.  

O Final do filme reforça a ideia de uma continuação para o desfecho da história, quando Elle tem uma enorme decisão para tomar. A Netflix já confirmou o terceiro filme para 2021… e tudo que podemos fazer é esperar para descobrir o que a Elle vai escolher. 

No geral (apesar de criticar bastante) eu gostei do filme, é um filme gostoso para assistir. É divertido, tem várias partes bem legais e engraçadas, com dramas adolescente e perfeito para passar o final de um sábado assistindo.

Only registered users can comment.

  1. Eu nunca assisti nem li os livros, mas minha cunhada ama essas histórias e ela disse que o segundo é melhor que o primeiro HAHAHAHAH
    Um dia quando eu não tiver muito o que fazer, quero ver esses filmes. Adorei seu post, ficou incrivel!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *